Etiquetas

segunda-feira, 24 de agosto de 2015

VENHA DESCOBRIR VILELA E A SUA HISTÓRIA


VILELA


Quem vem da Rua Pereira de Vasconcelos, do Lugar de Vila-Seca, encontra uma pequena ponte, que cobre a ribeira de Bustelo – O Pontão de Vilela.
Aí, pode-se observar alguns piloucros, embora fossem mais, inicialmente. A parte superior dos mesmos é esférica, de grande robustez, assegurando, assim, a sua durabilidade no tempo, bem como a capacidade de sustentação de grandes cargas.
A origem destes piloucros é amarantina, dado que foram transpostos do lugar onde estavam, em frente ao antigo Mosteiro de S. Gonçalo para Vilela. 
Recorde-se que este pontão é de extrema importancia, visto ser uma das artérias com ligação à União Desportiva e Cultural de Gondar, dando ainda ligação à estrada Nacional 101, com ligação a Baião. 
Ao chegar a Vilela, encontramos a Capela de S. João Baptista, que pertence à Quinta da Barroca.

Ali se encontra a 1.ª Cruz de um Calvário, que termina no Monte do Calvário, trajeto que é feito, anualmente, pela Quaresma pelos paroquianos de Gondar e freguesias vizinhas, a chamada Via-Sacra, representando as 14 Estações. Dado que a grande maioria das cruzes, em pedra, desapareceu, recorre-se às cruzes em madeira, colocadas, estrategicamente, nos pontos de paragem.
Imagem de São João Baptista, Vilela

A Casa da Barroca apresenta elementos de épocas distintas, do século XVII. Esta casa passou para a família Brochado, através do casamento de Francisco Martins Brochado com D. Ana Nogueira, da casa da Barroca. 

Fontanário da Casa da Barroca

A vinha que produz vinho verde

As vistas para Vila-Seca, com o campo de futebol como pano de fundo

1 comentário: