Etiquetas

segunda-feira, 23 de setembro de 2013

HUGO VAZ, O PERFIL DO CANDIDATO À JUNTA DE FREGUESIA DE GONDAR 2013

HUGO VAZ, CANDIDATO PS À JUNTA DE FREGUESIA DE GONDAR

Nome completo: Hugo Luís Teixeira Vaz

Data de nascimento: 11-04-1976

Naturalidade: Freguesia de S. Dinis, Concelho de Vila Real

Formação académica: Mestrado

Estado Civil: Casado

Filhos: Afonso com 3 anos e Joana com 15 meses

Local de residência: Areias, Gondar

Profissão atual e local de trabalho: Técnico Superior de Gestão e Planeamento na Associação de Municípios do Baixo Tâmega

A ligação à política:
O gosto pela política começou cedo. No meu 10.º ano, integrei uma equipa que concorreu à Associação de Estudantes da Escola Secundária Emídio Navarro, em Viseu, onde residia na altura, que acabamos por ganhar. No decorrer do mandato, apercebi-me que além da vontade e da competência, as opções políticas faziam parte do dia-a-dia. Após esta experiência, fui convidado para fazer parte da comissão política da JS de Viseu, cargo que exerci durante um mandato, tendo-o abandonado quando ingressei na Universidade de Aveiro.
Durante o período académico, e o início da minha vida profissional, andei afastado das lides políticas, acompanhando as suas dinâmicas e evolução. Quando vim trabalhar para a AMBT, e para um território diferente, onde como é sabido estabeleci a minha residência e constitui família, desde logo comecei a acompanhar a realidade politica local tanto mais que, ocupando o cargo que ocupo e, lidando muitas vezes com 12 presidentes de câmara, o “bichinho” renasceu, e sentindo que já detinha o conhecimento da terra e das suas gentes, achei que era altura de retribuir à cidade e em especial à Freguesia que me acolheu, disponibilizando os meus conhecimentos para o efeito.

Como surge a oportunidade de ser o candidato escolhido pelo PS à Assembleia de Freguesia de Gondar?
A oportunidade surge pela minha disponibilidade demonstrada ao presidente da concelhia do PS em liderar um projeto estruturante para Gondar, no caso de a concelhia considerar que possuía o perfil adequado, o qual se veio a confirmar.

Estando a trabalhar a tempo integral, qual será a sua disponibilidade para receber os gondarenses?
Antes de mais, e como é de resto generalizado nas freguesias com a dimensão de Gondar, o Presidente de Junta e sua equipa, por norma não despenha essa função a título profissional e como meio de vida.
A minha disponibilidade é total, assim como de toda a equipa.
Teremos os nossos telefones disponíveis 24 horas por dia para a resolução de qualquer problema que possa surgir.
Relativamente a receber pessoalmente os Gondarenses, a minha porta também estará sempre aberta quando alguém considerar ser necessário ir falar comigo.
Quanto ao atendimento na sede da Junta, esta encontra-se aberta todos os dias de manhã, em que a colaboradora registará todas as necessidades e em situações prementes ligar-me-á para as solucionar.
Implementarei o atendimento ao público uma hora antes e uma hora depois da Eucaristia de Sábado e duas horas depois da Eucaristia de Domingo.
Como funcionário público, tenho direito por lei a 18 horas mensais para resolução de problemas da Junta de Freguesia, horas que serão exclusivamente dedicadas a essa função.

Sem comentários:

Enviar um comentário