Etiquetas

quinta-feira, 26 de setembro de 2013

APOIO ÀS INFRAESTRUTURAS EXISTENTES, POR HUGO VAZ


A ESCOLA DE VILA-SECA:
Nos tempos que vivemos e com as directivas do novo quadro comunitário de apoio, falar em construir um novo centro escolar é proibido. Além de que, o centro escolar do Marão não está sobrelotado, antes pelo contrário.
Obviamente, a nossa postura será sempre a defesa da manutenção em funcionamento da escola EB1 de Vila Seca, nem que para tal a Junta de Freguesia tenha um esforço adicional, em providenciar de alguma forma, condições para que tal aconteça.

Porém a realidade mostra-nos, que tal como aconteceu com a escola de Chedas, e escola de Ovelhinha, e centenas de outras espalhadas pelo país, as Juntas de Freguesia pouco ou nada podem fazer relativamente ao seu encerramento, se estas não possuírem o número mínimo de alunos ou as condições necessárias para uma boa aprendizagem.

A REMODELAÇÃO DO EDIFÍCIO DA JUNTA DE FREGUESIA DE GONDAR
É certo que o edifício necessita de uma remodelação, contudo não será prioritária face às necessidades da freguesia, e daquela zona em particular, na nossa óptica não faz sentido projetar seja o que for para este edifício, sem primeiro resolver a questão do cemitério, mais que isso toda e qualquer intervenção a ser feita nesse local deve ser consonante com uma intervenção mais ampla, que terá como pilar basilar o cemitério.
Este assunto, juntamente com o aumento da rede de saneamento básico, são as prioridades, sendo que este assunto é de urgência máxima dentro da área de ordenamento do território. As possibilidades para a resolução do mesmo são vastas sendo que neste momento nenhuma é certa. Entre as mesmas temos o alargamento simples do cemitério com a remodelação do parque de estacionamento, o alargamento do cemitério para local próximo ao actual, com a criação de uma "praça da Igreja", entre outras.

Sem comentários:

Enviar um comentário