Etiquetas

terça-feira, 17 de setembro de 2013

APOIO ÀS EMPRESAS, POR LURDES RIBEIRO

LURDES RIBEIRO, CANDIDATA PCP À CMA

O impasse no «Túnel do Marão»
Parece que agora que vai. Vamos lá ver… A CMA de Amarante já tinha que ter feito o que outras já fizeram, ou seja quando o diálogo, a pressão não funcionam então tem que se dar a palavra à justiça.

Apoio às empresas:
O que importa é que tanto o micro empresário como o mega empresário encontre motivos e tenha vontade em se instalar em Amarante, porque nós precisamos muito de emprego local. Se esse tão falado gabinete for a solução, ok.

A captação de investimentos chineses para Amarante:
Sinceramente achamos que as lojas chinesas já chegam para Amarante. Uma coisa não terá a ver com a outra, porque afinal já temos muitas lojas e não temos nenhum protocolo com a China. Não temos nada contra ao investimento estrangeiro, se bem que se devia incentivar o nacional, se possível regional e local.

ENERCOM, INTERMACHÉ, alguns exemplos de empresas que queriam criar raízes na cidade de Amarante:
É de lamentar. Perdemos esses e outros investimentos, porque pensou-se que para Amarante agricultura e turismo bastava, mas foi um grande erro. Isto que sirva de emenda. Quanto à CDU estaremos atentos e defenderemos com “unhas e dentes” projetos geradores de emprego.

Fábricas Tabopan:
É pena um património como aquele, estar parte a cair de podre. Julgo que cabe à CMA incentivar o investimento e neste espaço as coisas estarão mais facilitadas. Se é madeiras, mecânica ou outra coisa qualquer, isso ficará a cargo de quem ali quiser investir. Vamos é ajudar para que esse investimento seja uma realidade, ultrapassando os obstáculos que surgirem.

A não aplicação da taxa de derrama:
 Parece repetitivo mas a tal divulgação que se falava atrás será uma forma, os polos industriais ajudariam e não podemos deixar que continuem a retirar serviços de Amarante porque a desqualificação do tribunal por exemplo não ajuda nada.

Sem comentários:

Enviar um comentário