Etiquetas

quinta-feira, 20 de junho de 2013

ENUNCIADO E CRITÉRIOS DO EXAME NACIONAL DE PORTUGUÊS 9.º ANO 2013

A prova que conta 30% da avaliação final foi hoje realizada

ENUNCIADO
CRITÉRIOS

20-06-2013

A Associação de Professores de Português (APP) teceu várias críticas à prova de exame desta disciplina que nesta quinta-feira foi realizada por 94 mil alunos do 9.º ano.
Num parecer à prova, a APP mostra perplexidade face às questões de gramática propostas aos alunos do 9.º ano por o seu grau de exigência ser “mais elevado” do que aquele que foi pedido no exame de Português do 12.º ano. 
A APP estranha também o texto seleccionado para a parte A do I grupo, que visa avaliar as capacidades de interpretação, por conter vários estrangeirismos. Este texto é uma adaptação de uma crónica publicada na revista Sábado quando da morte do astronauta Neil Armstrong.
Dos sete termos escolhidos para integrarem o glossário que tradicionalmente acompanha estes exames, dois são referentes a estes estrangeirismos (staff ebrevet) e um tem a ver com uma sigla em inglês (NASA). Os outros termos integrados no glossário são “Casa Branca”, “memorando”, “Nixon” e “Houston”.
O primeiro grupo do exame é constituído por três partes que têm na base textos diferentes. O poema escolhido para a parte B (Mar, de Miguel Torga) tem, segundo a APP, “um carácter metafórico elevado” que exige do aluno “uma capacidade de ver para além do texto”. 
A parte C versa geralmente sobre os autores de leitura obrigatória no 9.º ano — Gil Vicente e Camões. Este ano, depois de uma pausa em 2012, voltaram a sair Os Lusíadas, mas a APP considera que as estrofes escolhidas não apresentam informação suficiente sobre o episódio da obra em que se inserem e cuja identificação é pedida aos alunos. 
Quanto ao grupo III, o da composição, a associação diz estranhar a “quase repetição com um tema de composição já utilizado no exame nacional do 9.º ano de 2005”. Os exames não podem repetir questões de ano para ano. Na prova desta quinta-feira pedia-se aos alunos que escrevessem um texto em que apresentassem razões tanto para defender a perspectiva dos que advogam que a exploração do espaço deve ser um objectivo prioritário, como dos quem defendem que, antes do mais, o homem deve dedicar-se ao estudo da Terra.
No exame de 2005 pedia-se aos alunos que escrevessem sobre qual das aventuras foi mais ousada: os Descobrimentos Marítimos ou a conquista espacial, devendo também apontar as diferenças e semelhanças entre elas.

4 comentários:

  1. concordo com muitas das coisas que dizem neste texto , resolvi os exames dos outros anos antes do exame e a fazer apenas a parte A e B chegava aos 20 pontos , sem fazer mais nada , neste exame a parte A, B (o C correu muito mal, pois pensava que era as despedidas de belem , e quando me apercebi que era o adamastor faltava apenas 2 minutos para acabar o exame com os 30 minutos extra) e o grupo II tive apenas 7 pontos ,isto é injusto para com os alunos

    ResponderEliminar
  2. Considero que o exame de 9º ano do ano letivo de 2012-2013 exigiu aos alunos muita concentração e que a nossa capacidade de compreensão foi bem testada. Pessoalmente não senti muitas dificuldades. No entanto, acho que o exame foi com certeza difícil para muitos de nós, pois de facto era necessária uma grande capacidade de interpretação de texto e o "saber ler entre linhas". Notei também que a gramática tinha algumas rasteiras em que a maioria dos alunos caiu certamente. Quanto ao texto da parte C (um episódio d'Os Lusíadas), julguei que para a identificação do episódio, neste caso "O Adamastor", apenas através das estrofes apresentadas, requeria um conhecimento aprofundado da obra. No meu caso, não senti dificuldade. A minha professora preparou-me bem e além disso o canto estava identificado no enunciado o que de facto facilitava a tarefa. Relativamente à composição, achei que o tema escolhido não era muito fácil de abordar e que o conseguir a cotação máxima não era muito fácil.

    ResponderEliminar
  3. Por favor assinem os vossos comentários, bem como identifiquem a escola de onde são...

    ResponderEliminar
  4. eu vo fazer o exame este ano, e esta prova de facto ajudou-me imenso a estudar. obrigado

    ResponderEliminar