Etiquetas

sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

Professora de Espinho que falava de sexo nas aulas suspensa por 6 meses. Muito pouco, meus senhores! Muito pouco, mesmo!

A Direcção Regional de Educação do Norte (DREN) suspendeu por seis meses uma professora de Espinho que falava de sexo nas aulas «em termos inapropriados», informa a Lusa.
Fonte da DREN disse esta quinta-feira à Lusa que a docente da Escola Básica 2,3 Sá Couto, de Espinho, foi notificada «há alguns dias» da decisão.

O caso foi desencadeado em Maio do ano passado, com a divulgação da gravação de uma das aulas em causa.

Professora suspensa por conversas sobre orgias sexuais

A docente foi de imediato suspensa preventivamente e sujeita ao processo disciplinar cujo desfecho foi agora conhecido.

A anterior ministra da Educação, Maria de Lurdes Rodrigues, chegou a comentar o episódio, referindo que se tratava de «um caso excepcional, de grande desequilíbrio».

Sem comentários:

Enviar um comentário