Etiquetas

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Mundial-2010: tudo ou nada para 12 selecções, siga aqui

Hoje é o dia do tudo ou nada. Seis selecções garantem a passagem para o Mundial-2010, que se realiza na África do Sul - quatro da zona europeia, uma da América do Sul e outra de África. As atenções dos portugueses vão estar centradas em Zenica, onde a Selecção Nacional defronta a Bósnia, depois da vitória na Luz, por 1-0. O encontro está marcado para as 19h45 e pode segui-la AO VIVO no Maisfutebol.

Todos os resultados em tempo real

Mas a luta pelo apuramento começa às 17h30 num «escaldante» Argélia-Egipto. O jogo do play-off africano realiza-se no Sudão e estará rodeado por fortes medidas de segurança. O Egipto venceu o encontro de sábado, por 2-0, adiando a decisão em relação a quem irá à África do Sul, já que este resultado fez com que as duas equipas ficassem iguais em todos os critérios de desempate.

A partida do fim-de-semana começou com incidentes na chegada dos argelinos ao Cairo. A comitiva foi apedrejada e, no final, os adeptos envolveram-se em confrontos. A violência mantém-se desde então.

Às 18 horas arranca o Ucrânia-Grécia, que será dirigido por Olegário Benquerença. Depois do empate sem golos, Otto Rehhagel só pensa em garantir um objectivo que o conjunto helénico falhou em 2006 (Mundial da Alemanha). Os gregos chegaram a Donetsk com máscaras de protecção. A Ucrânia é um dos países mais afectados pelo Gripe A.

O Bósnia-Portugal e o Eslovénia-Rússia começam ao mesmo tempo. A formação lusa leva uma vantagem de uma bola do encontro da primeira mão, o que não deixa de ser escasso. Além disso, os portugueses terão de vencer a pressão exercida pelos perigosos atacantes bósnios e pelos adeptos, que vão preencher as bancadas do Bilino Polje.

O golo da Eslovénia em Moscovo, marcado por Pecnik do Nacional, coloca a Rússia numa posição delicada, mas Hiddink recusa ceder à pressão. O seleccionador russo quer garantir a quarta presença num Mundial e diz-se preparado para sofrer. Afinal, os russos estão em vantagem (2-1) e a falta de experiência do adversário, que só esteve numa fase final de um campeonato do Mundo (2002), joga a seu favor.

A França recebe a República da Irlanda, que é orientada pelo ex-treinador do Benfica Giovanni Trapattoni. Os irlandeses mantêm a esperança, apesar de terem perdido o encontro da primeira mão em Dublin. A velha raposa vai explorar as fraquezas dos franceses para dar a volta à desvantagem de apenas 0-1. O jogo começa às 20 horas.

A terminar o dia joga-se o Uruguai-Costa Rica, da zona sul-americana. Desse encontro sairá o 32º país apurado para o Campeonato do Mundo da África do Sul. O golo de Diego Lugano colocou a formação uruguaia em vantagem. A formação da casa, onde actuam Maxi Pereira (Benfica) e Alvaro Pereira (F.C. Porto), é favorita.

Play-off de apuramento
Zona Europeia
Ucrânia-Grécia, 18 horas (0-0 no primeiro jogo)
Eslovénia-Rússia, 19h45 (1-2)
Bósnia-Portugal, 19h45 (0-1)
França-República da Irlanda, 20 horas (1-0)

Zona Africana
Argélia-Egipto, 17h30

Zona sul-americana/CONCACAF
Uruguai-Costa Rica, 23 horas (1-0)

Particulares
Áustria-Espanha
Dinamarca-EUA
Irão-Macedónia, 1-1
Coreia do Sul-Sérvia, 0-1
Palestina-Tunísia
Angola-Gana
Montenegro-Bielorrússia
Polónia-Canadá
Malta-Bulgária
Alemanha-Costa do Marfim
Holanda-Paraguai
Itália-Suécia

Sem comentários:

Enviar um comentário