Etiquetas

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

Ingleses arquivam Freeport, diz Expresso. Esqueçam os Portugueses farão o mesmo. Quem pode, pode!, infelizmente. Vejam a podridão da justiça!

As autoridades inglesas decidiram arquivar o processo Freeport, segundo avança o jornal Expresso na edição online. O caso era investigado pelo Serious Fraud Office (SFO) e a Overseas Anti-Corruption Unit (OACU) da polícia de Londres desde 2007.

Segundo escreve o jornal, a decisão deveu-se à falta de elementos para provar a alegada corrupção que terá levado ao licenciamento do outlet de Alcochete. As autoridades tomaram a decisão esta quinta-feira depois dos elementos recolhidos não terem permitido constituir arguidos no processo.

O SFO chegou a pedir informações a Portugal no início de 2009, através de uma carta rogatória, revelando nesse momento que tinha uma lista de seis cidadãos britânicos suspeitos de estarem envolvidos no caso.

Um deles era Charles Smith que veio a ser constituído arguido em Portugal por ser residente em Portugal. Em relação aos outros cinco não foram reunidos indícios capazes de sustentar a continuação das investigações.

O processo Freeport passa agora a estar apenas nas mãos dos investigadores portugueses. Os procuradores com o processo em Portugal, Pais de Faria e Vítor Magalhães, esperaram agora que os ingleses contribuam com as respostas aos pedidos de informação financeira enviadas por Lisboa e que ainda estão pendentes.

Sem comentários:

Enviar um comentário